sexta-feira, 20 de abril de 2012

MDP e MDF na fabricação de móveis

O MDF (Medium Density Fiberboard) é fabricado através da aglutinação de fibras de madeira com resinas sintéticas e outros aditivos, assim as fibras de madeira são coladas umas as outras com resina e fixadas através de calor e pressão.


O MDF e MDP o são produzidos através de idênticos processos de fabricação e tecnologia, exceto quanto à produção de partículas no MDP e fibras no MDF.

Vantagem:
- Suas fibras possibilitam trabalhos de usinagem muito precisos, como: perfis, rebaixos, usinagens em baixo relevo, furos, possibilitando uma ampla gama de acabamentos.

Desvantagem:
- Apresenta grande resistência quanto à ruptura, porém sua estrutura de fibras acaba por comprometer a sua rigidez tornando-o um material com maior elasticidade, ou seja, maior probabilidade de flexão.



O MDP (Medium Density Particleboard) é um painel de partículas de média densidade, representa uma evolução do “aglomerado convencional”. É o resultado do uso intensivo da tecnologia das prensas contínuas, modernos classificadores de partículas, aliados à utilização de resinas de última geração e madeira de florestamento, principalmente pinus e eucalipto. Por isso, o MDP é uma nova geração de Painéis de Média Densidade. Possui características superiores e totalmente distintas dos painéis de madeira aglomerada convencionais.

O MDP e o Aglomerado apesar de serem materiais bem semelhantes, pois são chapas de madeira formada por partículas, são materiais com características e desempenhos diferentes. Uma das principais características é o processo de fabricação onde para o convencional aglomerado o processo era por prensa cíclica e para o MDP o processo é por prensa contínua como o usado no processo de fabricação do MDF hoje.



Vantagem:


- Sua compactação das partículas nas camadas proporciona ao material um excelente perfil de densidade, tornando o material mais rígido, estável e mais resistente ao empenamento.

Desvantagem:

- Devido a sua formação de camadas distribuídas pela granulometria de suas partículas, não é recomendado para processos com usinagens de perfis nos topos e nas faces (arredondamento).



Combinação MDF+MDP

O MDF e o MDP podem ser combinados num mesmo produto, utilizando-se das suas particulares para cada exigência:

• O MDP é um excelente material para fabricação de estrutura de móveis.

• O MDF é um excelente material para fabricação de peças que necessitem usinagens de perfis e de rebaixos.

• O MDP possui características físicas que reduzem as possibilidades de empenamento.

O MDF possui excelentes qualidades de acabamento de topo.



1º. Mito - MDF é resistente à água


Este é um dos maiores mitos sobre o MDF. O MDF possui certa resistência à água, mas ele não é imune à sua ação. É preciso saber que existe uma diferença entre uma chapa que é molhada uma vez, mesmo que por um período longo, e outra que sofra

molhamentos constantes ao longo do tempo. A explicação sobre a ação da água na chapa é que as fibras da madeira, ao absorver umidade, irão inchar. Isso acontece em qualquer tipo de chapa - seja MDF, aglomerado ou compensado. A umidade também favorece o aparecimento de fungos, o que contribui para a degradação do painel.


2º. Mito - Chapas são imunes a cupins

Esta é outra idéia equivocada bastante difundida - a de que os painéis de madeira reconstituída são resistentes ao ataque de cupins. Saiba que nenhum tratamento é dado ao MDF, à madeira aglomerada ou à chapa de fibra para proteção contra cupins.

Acontece que estes painéis são prensados em alta temperatura, cerca de 200ºC, o que extermina todos os insetos existentes no processo produtivo, inclusive o cupim. Isto é garantia de que as chapas chegam nas revendas livres de cupins, mas não assegura que não possa acontecer uma contaminação a partir daí.


3º. Mito - MDF é mais resistente que o MDP

Muitas pessoas acham que o MDF é mais resistente que outros tipos de painéis e que, quanto maior sua espessura, maior sua resistência. Talvez este conceito errado tenha surgido devido ao fato do MDF ser mais compactado que o MDP. Uma das

afirmações ouvidas neste sentido é que o MDF "segura" mais os parafusos, o que não é verdade. A resistência de uma peça depende, além do material usado, de outros fatores importantes como: projeto do móvel; execução e ferragens utilizadas.





Fontes:


Boletim do Marceneiro - Duratex - Edição: Rita Curci


Elaborado por:

Luana Bombassaro e Ricardo Dal Piva


Fonte de Consulta:

- NBR 14810

- Cartilha do Marceneiro (CETEMO)

Nenhum comentário:

Postar um comentário