terça-feira, 27 de julho de 2010

FORMICA ®

Atenção!!! Formica® é uma marca!!!

Alguns esclarecimentos do site:

  • Formica é uma marca;
  • Programas como o Microsoft Word acentuam a palavra Formica, mas a mesma nao é acentuada, e a marca leva na grafia o ®, feito através de Alt+169;
  • Não existe formica plástica, formica líquida ou formica de baixa pressão;
  • Formica® não é plástico;
  • Formica® não está disponível em painéis revestidos.



FORMICA ® STANDART

É o laminado decorativo de alta resistência, desenvolvido através de avançada tecnologia, para revestimentos horizontais e verticais. Devido a sua resistência superior à manchas, impactos e calor, proporciona mais durabilidade, beleza e design ao mobiliário. Prático e resistente, é muito utilizado na confecção de móveis para restaurantes, bares, shoppings, residências, escritórios e obras de construção civil em geral. Também pode ser utilizado no revestimento de portas, armários, tampos, bancadas, prateleiras e divisórias. Formadas por 150 cores e 17 acabamentos.




FORMICA ® POSTFORMING - PF


É um laminado decorativo de alta resistência, termo moldável, que se diferencia dos demais devido a sua propriedade de poder ser curvado quando aquecido em equipamento específico. A sua aplicação em bordas arredondadas, com raio mínimo interno ou externo de 12,7 mm, permite opções originais de design, para revestimentos horizontais e verticais. Possui grande resistência ao desgaste, ao calor, ao impacto e às manchas, tornando-o prático e durável. Sua composição baseia-se na impregnação de materiais celulósicos (papel) com resinas termoestáveis (melamínicas e fenólicas), formando um conjunto que será prensado por meio de calor e de alta pressão.


Como trabalhar com o Postforming:
O primeiro passo é cortar a madeira (compensado, aglomerado, MDP, ou MDF), usando uma serra adequada. Em seguida, faça a usinagem com o auxílio de uma tupia, lembrando-se de usar as fresas corretas.





FORMICA ® com Imagem

É um laminado de alta resistência, desenvolvido especialmente para o revestimento de pisos, paredes e para acabamento na confecção de diferentes peças personalizadas, como painéis, portas, móveis infantis e tampos de mesas. Além de ter as mesmas vantagens do laminado da Formica®, o produto possibilita o uso de imagens digitais em alta resolução, em grandes e pequenas dimensões, com excelente qualidade. Formica® com Imagem tem grande durabilidade e pode ser aplicado em fachadas, por ser altamente resistente à água.

FORMICA ® Gigante

Se diferencia do laminado convencional por ser aproximadamente 20% maior, pode ser utilizado para revestimentos horizontais e verticais e, devido ao seu tamanho especial, permite um maior aproveitamento no plano de corte, diminuindo a quantidade de juntas, reduzindo o custo e o tempo de aplicação. Além disso, o Formica® Gigante possui grande resistência ao desgaste, ao calor, ao impacto e às manchas, sendo um produto prático e durável, podendo ser fornecido nas versões Standard e Postforming.



FORMICA ® TS

É compacto e robusto, com uma ou ambas faces decorativas. Perfeito para aplicação em áreas úmidas, onde os móveis tem maior contato e exposição à água, como em banheiros, lavabos e cozinhas. São muito utilizados em áreas que exijam durabilidade, resistência a impactos e onde a beleza, design e a resistência são exigidos, como em escritórios, residências, restaurantes, estações de trabalho, etc. Seu miolo é de uma cor só, podendo combinar com o padrão utilizado na superfície; Sua composição baseia-se em camadas de materiais celulósicos (papéis) com resinas termoestáveis;





FORMICA ® Alta Resistência HD/HW

É o laminado decorativo de alta pressão desenvolvido através de processos especiais e dirigidos à aplicações horizontais, onde se diferencia do laminado convencional, sendo 4x mais resistente. Pode ser aplicado em balcões de supermercado, balcões de aeroporto, bancadas de laboratórios e mesas de refeitórios.


FORMICA ® Alta Decoração

São os laminados perfeitos para criar móveis modernos e sofisticados. Mais resistentes e fáceis de aplicar, temos a disposição cinco padrões que primam beleza e qualidade; além de qualidade e resistência.





FORMICA ® Formiflex


É um laminado contínuo de alta resistência, um produto termo moldável que permite facilmente a confecção de bordas e cantos arredondados, proporcionando mais leveza e elegância à superfície aplicada; além disso, possui o perfil mais claro, e, dessa forma, a linha preta do laminado, não fica tão aparente. Sua composição baseia-se na impregnação de materiais celulósicos (papel), com resinas termoestáveis, formando um conjunto que será prensado por meio de calor e pressão.


Obs: Estes textos e imagens foram usadas no meu trabalho sobre Revestimentos Sintéticos para Mobiliário, na disciplina de Materiais de Revestimento em 2010/1 com a professora e arquiteta Rosane Dariva Machado; mas tirei o material do site da Formica, imagens e textos, caso queiram pesquisar mais sobre o assunto.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Ecodesign com Lâminas de Raios-X

Este trabalho, realizado na Disciplina de Ecodesign, no Curso Superior de Tecnologia em Design de Interiores, na Universidade Luterana do Brasil – Campus Canoas, no Semestre 2010/1 juntamente com o professor Álvaro Scur, trata sobre o desenvolvimento de produtos sustentáveis, tendo como base uma livre tradução das Estratégias para o Ecodesign descritas no livro: Ecodesign, The Sourcebook do autor FUAD-LUKE, Alastair (páginas 327-330). Esse trecho foi traduzido pelo Professor Roberto Scarpellini de Mello, onde elas são descritas para objetos de consumo, e objetos de trabalho (desenvolvimento de projetos).

O objetivo era realizar um projeto, que seja compatível com o mercado de trabalho, objetivando a realização de um objeto, de livre escolha do aluno, dentro das estratégias para o Ecodesign, utilizando-se de produtos e itens que sejam sustentáveis, ecológicos, não-poluentes, recicláveis ou que seja possível seu reuso, além de itens que já estejam nas categorias de reuso e reciclagem, desenvolvendo um trabalho completo de seu processo sobre suas idéias e processo de criação, até o produto final propriamente dito, que também será executado.



ECODESIGN:


Ecodesign ou Eco-design, é o termo para uma crescente tendência nos campos da Arquitetura, Engenharia e Design, em que o objetivo principal é projetar lugares, produtos e serviços que, de alguma forma, reduzam o uso de recursos não renováveis ou minimizem o impacto ambiental, é visto como ferramenta necessária para atingir o desenvolvimento sustentável.
O Ecodesign, é, acima de tudo um conceito, pode ser desenvolvido através do uso frequente e corriqueiro, a partir dos quais serão criados novos objetos que, ao serem modificados, terão um novo conceito e utilidade. Essa tendência de design é essencialmente atual e tem como objetivo preservar o planeta para gerações futuras.No Ecodesign, o ciclo de vida inteiro do produto é um dos aspectos verificados no processo de design. Isso também consolida o caminho para um esforço orquestrado para reduzir a carga ambiental total com os fornecedores, distribuidores, usuários, companhias de reciclagem e empresas de processamento.
A empresa tem, então, com o ciclo de vida do produto, de fazer uma escala em relação ao que necessita atingir. A ligação entre Ecodesign, gerenciamento ambiental e tecnologias mais limpas aparece de forma mais evidente, a partir do momento em que a empresa avança em atividades ambientalmente orientadas. A idéia básica consiste em que quanto mais alta for a posição da empresa/setor na escala, mais básico e mais preventivo será o enfoque dado aos problemas ambientais. A introdução do gerenciamento ambiental interno da empresa tem como objetivo levá-la ao topo da escala.

Adaptação de: http://pt.wikipedia.org/wiki/Eco-design




SUSTENTABILIDADE

Sustentabilidade é um conceito sistêmico, relacionado com a continuidade dos aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais da sociedade humana.
Propõe-se a ser um meio de configurar a civilização e atividade humanas, de tal forma que a sociedade, os seus membros e as suas economias possam preencher as suas necessidades e expressar o seu maior potencial no presente, e ao mesmo tempo preservar a biodiversidade e os ecossistemas naturais, planejando e agindo de forma a atingir pró-eficiência na manutenção indefinida desses ideais.
A sustentabilidade abrange vários níveis de organização, desde a vizinhança local até o planeta inteiro.
Para um empreendimento humano ser sustentável, tem de ter em vista 4 requisitos básicos. Esse empreendimento tem de ser:

 ecologicamente correto;
 economicamente viável;
 socialmente justo; e
 culturalmente aceito.




RECICLAGEM

É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto. Diversos produtos podem ser reciclados, mas os mais comuns são o papel, o vidro, o metal e o plástico. As maiores vantagens da reciclagem são a minimização da utilização de fontes naturais, muitas vezes não renováveis; e a minimização da quantidade de resíduos que necessita de tratamento final, como aterramento, ou incineração.
O conceito de reciclagem serve apenas para os materiais que podem voltar ao estado original e ser transformado novamente em um produto igual em todas as suas características. O conceito de reciclagem é diferente do de reutilização.
Reciclagem também pode ser o conjunto de técnicas que tem por finalidade aproveitar os detritos gerados e reutilizá-los no ciclo de produção de que saíram. Resultado de uma
série de atividades, onde, materiais que seriam lixo, ou estão no lixo, são coletados, separados e preparados para serem usados como matéria-prima na manufatura de novos produtos.
No Brasil os recipientes para receber materiais recicláveis seguem o seguinte padrão:
 Azul: papel/papelão
 Vermelho: plástico
 Verde: vidro
 Amarelo: metal
 Preto: madeira
 Laranja: resíduos perigosos
 Branco: resíduos ambulatoriais e de serviços de saúde
 Roxo: resíduos radioativos
 Castanho: resíduos orgânicos
 Cinza: resíduo geralmente não reciclável, misturado ou contaminado, não sendo possível de separação.

Adaptação de: http://pt.wikipedia.org/wiki/Reciclagem



Algumas luminárias feitas com materiais reciclados:






Depois de muitas e muitas imagens, decidi que meu trabalho seria uma luminária, mas nao sabia que material usaria ainda.


LÂMINAS DE RAIO-X

As lâminas de raios-X esquecidas nos hospitais são revendidas e muitas vezes recicladas por empresas responsáveis por lixo hospitalar. Já as que vão para casa geralmente vão parar em lixões e aterros. Como contêm metanol, amônia e metais pesados como cromo, as chapas usadas acabam carregando resíduos tóxicos.
O que pouca gente sabe é que delas é possível extrair cristais de prata. Reutilizados, esses cristais se transformam em talheres e jóias, por exemplo. A partir de outro material restante da reciclagem das chapas, o acetato, pode-se fabricar caixas de presentes e bolsas.
Mas, segundo o Instituto Triângulo, o processo de reciclagem das chapas ainda é complexo, gera resíduos tóxicos e requer um alto gasto de energia. A ONG estuda uma forma de fazer a reciclagem das chapas ainda neste ano.
Por enquanto, pode-se tentar vendê-las. Na internet, há anúncios, geralmente dirigidos a quem vende o material em grandes quantidades. Por isso, é interessante que condomínios e associações se reúnam para coletar e revender as chapas, que costumam render cerca de R$ 1,50 a unidade.



Esse foram os materiais que utilizei:

 Corpo de madeira
 Fio com plug
 Batedor de claras
 Tampa para bolo
 Lã
 Arames
 Lâminas de Raios-X

Cobertura para bolo de festas


Corpo de madeira 15cm



PARECER PESSOAL:

Confesso que custei a decidir que produto faria para a Disciplina de Ecodesign, olhei dezenas de páginas na internet, dezenas de revistas e nada. Pedi sugestões aos colegas, e por mais que as idéias viessem, não era o que eu queria. Um dia, minha irmã mexendo em alguns exames, que tinha médico marcado e separava alguns Raios-X é que decidi o material principal que usaria. Decidido o material, o dilema era outro: o que fazer? Que produto desenvolver com lâminas de Raios-X? Como só enxergamos as lâminas claramente sob a luz, decidi que teria de ser uma luminária, e daí em diante fui dando andamento ao meu projeto.

Execução:
















Aqui a Luminária pronta:





E com a luminária acesa:









Apesar da demora, e do tempo que tive que me dedicar a este trabalho, a ideia é bem interessante, nos faz pensar sobre o q nós poderíamos fazer com todos aqueles objetos que iam fora, para os grandes depósitos. O produto foi desenvolvido, com o máximo de estratégias seguidas, mas principalmente, reciclagem e reuso, que foram os focos dados ao desenvolvimento do mesmo. O interessante é colocar tudo que foi aprendido em aula, em prática, dando novas constituições, utilizações, funções para os novos produtos.



BIBLIOGRAFIA:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Eco-design
http://www.cgimoveis.com.br/tecnologia/o-que-e-ecodesign-qual-a-sua-essencia
http://pt.wikipedia.org/wiki/Reciclagem
http://www.compam.com.br/oquereciclagem.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Sustentabilidade
http://mundodolixo.tripod.com/index_arquivos/page0007.htm
http://www1.folha.uol.com.br/folha/equilibrio/noticias/ult263u395169.shtml
http://www.google.com.br

domingo, 25 de julho de 2010

3ª Amostra Carmen Flores



Dentre as mais diversificadas atividades que participamos durante o Curso Superior de Tecnologia em Design de Interiores, pela Universidade Luterana do Brasil, nos foi proposto, durante o semestre 2010/1 na Disciplina de Layout, organizar 4 ambientes para um Showroom na Loja Carmen Flores (Av. Ipiranga 6.863 - Porto Alegre RS - tel: 51 3339 0109) com a temática: Cinema. A turma dividida em grupos, os filmes escolhidos foram Moulin Rouge e África Minha.


O nosso grupo, inspirado em Moulin Rouge, montou um Home que se integraria a um Jantar, também com a mesma temática.


A história se passa no ano de 1899, e gira em torno de um jovem poeta, com o dom da palavra e culto, Christian (interpretado pelo ator Ewan McGregor), que desafia a autoridade do pai ao mudar-se para Montmartre, Paris, considerado um lugar amoral, boêmio e onde todos são viciados em absinto. Lá ele é acolhido por Toulouse-Lautrec e seus amigos, cujas vidas são centradas em Moulin Rouge, um salão de dança - Can-can, clube noturno e bordel mais popular de todos, mas cheio de glamour. Lá, Christian se apaixona pela mais bela cortesã do Moulin Rouge, Satine (Nicole Kidman). Satine, a cortesã que procura luxo e conforto, para uma vida estável, sem preocupações monetárias, envolvendo sua teia homens de posses, que pudessem pagar seus caprichos, isto, até conhecer Christian, e viverem uma história, que até então parecia impossível.


O filme, traz ao telespectador, muito luxo, requinte e tudo aquilo que a grande Paris pode oferecer; e é com base nesse luxo, e nas cores fortes, no diferencial, é que nosso grupo (Andreia Dolores, Maria Inês, Suelen Costa e eu - Pâmela Gautto) desenvolveu esse ambiente.


E o jantar que foi integrado com o nosso, montado pelos nossos colegas:









mais informações e imagens no site da universidade:



http://www.ulbra.br/noticiasdoensino/2010/07/estudantes-sao-destaques-na-3%c2%aa-mostra-carmen-flores/